Contato Via

Seu novo endereço está aqui!

Corretores

Aurora Responde

Na hora que você vai buscar um lar para chamar de seu você já tem em mente todos seus desejos como quantidade de quartos, área, comodidades etc.

Mas checar se a estrutura do imóvel está de acordo com o que você deseja é essencial!

Antes de finalizar a compra você precisa pesquisar bem o imóvel como por exemplo, quem foi o construtor, quanto tempo tem o imóvel. Se ele é um imóvel novo ou é usado, verificar os detalhes do imóvel como vaso sanitário, pia, a cerâmica ou porcelanato para verificar se não tem nenhuma avaria. Importante checar a estrutura como parede, teto, telhados etc.

Achando alguma avaria verifique com o construtor ou proprietário do imóvel se existe a possibilidade de sanar esse problema.

Passado todo esse processo aí sim você pode finalizar a compra do imóvel.

Você deve sempre solicitar alguns documentos que comprove que o imóvel não tem débitos e nem pendências como por exemplo matrícula do imóvel atualizada, certidões negativa de débitos do município, certidão cível e criminal do vendedor e do cônjuge, certidão trabalhista. Se for um imóvel em um condomínio, solicite também a certidão negativa de débito com este condomínio.

Comprar uma casa que tenha débito com IPTU, por exemplo, pode fazer com que você perca essa casa, por isso é importante checar todos esses itens para evitar um imprevisto maior.

Fique atento.

A escolha da localização depende dos seus requisitos e preferências pessoais. Fatores como proximidade do trabalho, acesso a serviços e comodidades, segurança e qualidade de vida são importantes a considerar.

Ao adquirir um imóvel, é importante estar ciente dos custos adicionais envolvidos. Alguns dos principais custos a serem considerados são:

  1. Impostos: Pode haver impostos associados à compra do imóvel, como o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), que é pago à prefeitura.
  2. Taxas de escritura: Para formalizar a transferência da propriedade, é necessário realizar a escritura pública, que envolve o pagamento de taxas ao cartório.
  3. Registro do imóvel: Após a escritura, é necessário registrar o imóvel no Cartório de Registro de Imóveis. Essa etapa também envolve o pagamento de taxas.
  4. Honorários do cartório: Os cartórios cobram honorários pelo serviço prestado durante a transação imobiliária.
  5. Custos de financiamento: Se você optar por financiar a compra do imóvel, é importante considerar os juros e as taxas cobradas pela instituição financeira.

Além desses custos, é importante lembrar-se de despesas adicionais, como a contratação de um advogado para auxiliar na análise dos documentos e na negociação, custos de mudança e possíveis reformas ou melhorias que você deseje realizar no imóvel.

Recomendamos sempre buscar informações atualizadas e detalhadas sobre os custos envolvidos, pois eles podem variar dependendo da localização e das características do imóvel, assim como das políticas e regulamentações locais.

Veja mais

/ aurorabusiness